PECNORDESTE DISCUTE PROGRAMAÇÃO DO III SEMINÁRIO CEARENSE DA PALMA FORRAGEIRA

Conhecida como Ouro Verde do Semiárido, a palma forrageira   aparece como uma saída eficaz para alimentar animais nos períodos de grande estiagem no Estado do Ceará, onde o Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce), está desenvolvendo um programa de revitalização, como saída para combater a estiagem no sertão cearense. A Secretaria de Agricultura, Pesca e Aquicultura-SEAPA, também tem um programa voltado para a disseminação do plantio e uso da palma no Ceará.  O Sistema FAEC/SENAR-CE foi um dos pioneiros na capacitação de produtores nesta atividade. Durante o Seminário Nordestino de Pecuária – PECNORDESTE que se realizará de 5 a 7 de julho próximos, no Centro de Eventos do Ceará, haverá o III Seminário da Palma Forrageira, coordenado pelo engenheiro agrônomo Jorge Prado, da FAEC, que trabalha a muitos anos na  área de capacitação  voltada para a palma. De hoje até o dia 12 de março, serão realizadas  as  reuniões dos oito segmentos que integram  a Comissão Técnico Cientifica do PECNORDESTE. Hoje, 6, no período da tarde, acontece uma reunião, para discutir a programação do III Seminário Cearense da Palma Forrageira. Diversos órgãos governamentais e técnicos foram convidados para debater e apresentar sugestões como a SEAPA, Ematerce, SDA e SEBRAE, disse o Coordenador geral da Comissão, Eduardo Barroso. Amanhã, 7  o tema a ser debatido será Bovinocultura, com a Coordenadora, médica veterinária do SENAR-CE,  Carolina Machado. Dia 8, quinta-feira, será a vez dos segmentos de Apicultura e Avicultura, que serão coordenados respectivamente, pelo apicultor e presidente da Câmara Setorial da Apicultura junto a Adece, Vinicius Carvalho e pelo engenheiro e Presidente do Sindialimentos, André Siqueira. No dia 12, segunda-feira, o encontro será com o segmento de aquicultura e pesca, coordenado pelo engenheiro de pesca Antonio Albuquerque, Diretor da ACC – Associação Cearense dos Criadores de Camarão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mostrar Botões
Esconder Botões